0
Como faço para enviar uma redação, para que ela seja corrigida

aberto 2 Respostas 185 Visualizações Redação

Entre ou cadastre-se para responder esta pergunta.

2 Respostas

2
Da mesma forma que fez a pergunta. No campo: "Digite a sua pergunta", coloque o título e depois lá em baixo digite ela. E pronto! É só esperar alguém corrigir.
respondida 26 Jul, 2015 por Giovana Melo (35 pontos)
1Comentários
perguntou 28 Ago, 2015 em Português por keila Moreira (23 pontos) Quero postar uma redação, Como?
0
Tema: MOBILIDADE URBANA
    O aumento na renda média dos brasileiros vem refletindo em um crescimento significativo de automóveis nas ruas e estradas do país. Durante o século XX, o automóvel surgiu como um aliado no transporte de pessoas e bens. Porém, atualmente, o uso de transportes coletivos vem entrando em decadência em detrimento da utilização de transportes individuais, o que acaba acarretando em grande quantidade de congestionamentos devido ao aumento no tráfego, além de gerar mais problemas naturais e climáticos.
    Dentro do plano de metas, que visava avançar “50 anos em 5”, o presidente Juscelino Kubitschek incentivou a instalação de indústrias automobilísticas no Brasil. Conquanto esse projeto tenha sido de suma importância para o desenvolvimento do país, a falta de planejamento a longo prazo torna-se notória. Nos últimos dez anos a frota de automóveis no país cresceu absurdamente, gerando o que podemos chamar de “inchaço urbano”. E um dos principais motivos para tal fato, é a redução dos impostos por parte do Governo Federal sobre produtos industrializados e o incentivo ao consumo por parte da mídia.
   Dentro desse contexto, a mídia tem um papel fundamental: o de estimular e direcionar a preferência da massa popular, massa essa que segundo Aristóteles pode ser facilmente manipulada. Apesar disso, ou justamente por causa dessa situação, há cidades no país que apresentam uma média de dois habitantes para cada carro presente. O que se torna preocupante é que as vias e rodovias não crescem nas mesmas proporções, sem falar da infraestrutura das já existentes.
     Além do mais, o excesso de veículos nas ruas gera mais poluição, resultando em vários problemas climáticos, com os quais a própria população sofre. O crescente número de acidentes no trânsito, o perigo e a violência ao se utilizar transportes públicos, também são mazelas que merecem atenção do governo. Outro fator importante é os grandes congestionamentos, que muitas vezes, requer tempo dos motoristas – coisa que hoje em dia vale ouro. Afinal, como dizia Michel Foucault, “o homem vive na sociedade do homo economicus”, onde quanto mais se economiza tempo, mais se têm dinheiro.
     Dado isso, é essencial priorizar o gerenciamento de transportes de massa. Porém, para incentivar o uso desses transportes coletivos, não basta fazer palestras e campanhas, é necessária a requalificação desse serviço, fazer um planejamento urbano para melhorar a qualidade e eficiência desses transportes, fazendo com que a população tenha gosto em utilizá-los. O investimento em ciclovias e ciclo faixas é de suma importância, assim como segurança necessária para que elas sejam utilizadas. Com isso, a identificação do problema – que varia de estado a estado – e a resolução do mesmo por parte de todas as esferas do governo juntamente com a sociedade, devem minimizar os problemas enfrentados no trânsito. Assim, o grande aliado do século XX não viria a se tornar o grande vilão do século XXI.
respondida 26 Ago, 2015 por Taylane Caroline (26 pontos)
...